• Silvio Soledade

O Protagonismo do Executivo de Finanças em Gestão de Projetos nas Empresas


Todo projeto envolve, necessariamente, uma gestão financeira. Usualmente o envolvimento de profissionais de finanças costuma ser limitado a dois pontos principais:

  • Aos estudos de viabilidade econômica e financeira e

  • Ao controle orçamentário.

A realidade é que o papel do executivo de finanças em projetos é maior do que apenas se envolver com os estudos de viabilidade e controle orçamentário. O protagonismo do executivo de finanças em projetos vai além disso.


O Executivo de finanças deve saber quais são os mecanismos de proteção contra fracassos em projetos. Isso inclui, entre outras coisas:

  • Entender os pontos chave da concepção do projeto. Lembre-se: pau que nasce torto, cresce torto.

  • Entender quais são as boas práticas de planejamento, em especial, o entendimento do que foi considerado como premissa de projeto e quais as restrições.

  • Conhecer os componentes do sistema de controle econômico e financeiro dos projetos

  • Ter ciência de que na fase de execução é necessário fazer testes das premissas usadas no planejamento.

  • Tratar adequadamente as mudanças do projeto.

  • O conhecimento dos tipos de contratos para projetos é essencial. Contratos são como ferramentas. Para tipo de conserto existe uma ferramenta adequada. Com contratos é a mesma coisa. Para cada tipo de projeto, existe um contrato apropriado.

  • Saber quais os critérios de orçamentação do projeto, em especial das reservas de contingência e de gerenciamento é essencial.

  • Saber os fatores que prejudicam a produtividade prevista no orçamento é outro elemento essencial para garantir o sucesso econômico do projeto.

  • Quando projetos são vendidos existem questões especificas relacionadas com faturamento e fluxo de caixa que podem afetar a rentabilidade dos contratos.

  • Para saber se o projeto está cumprindo aquilo que foi orçado, não basta conhecer os números da execução orçamentária. É necessário fazer uso de indicadores de valor agregado que mostrem a tendência de evolução dos custos e prazos do projeto.

  • Existem também aspectos contábeis importantes em projetos que não se encaixam no plano de contas contábeis padrão das organizações.

  • A abordagem de desenvolvimento do projeto também influencia. O desenvolvimento com métodos ágeis de projetos exige um entendimento sobre a capacidade financeira da empresa em relação ao número de ciclos de desenvolvimento.

  • Por fim, existe sempre a possibilidade de pleitos e contra pleitos contratuais que afetam a rentabilidade dos contratos de projetos (no caso do contratado) e do orçamento do projeto (no caso do contratante).

Artigo publicado originalmente em: https://pmkb.com.br/artigos/o-protagonismo-do-executivo-de-financas-em-projetos-nas-organizacoes/



+55 (11) 3641-6175 | +55 (11) 99603-9411

Av. Mofarrej 348, conjunto 805 - Vila Leopoldina, São Paulo - SP, 05311-000, Brasil

©2020 by Malu Soledade